Berlim – parte 2

Berlim não para… sempre tem atividade/evento para diversos gostos. Tivemos o prazer de ir em um dos 3 dias do evento Vegan Vegetarisches Sommerfest em Alexander Platz, Berlim. Shows, palestras, materiais de divulgação, produtos veganos e, claro, muuuuita comida. Evento vegano que se preze precisa que a comilança seja destaque.

Berlin-Mauerpark-clubmateNum dia de domingo, provamos a famosa bebida Club Mate. É um chá gelado e, pra quem gosta de chimarrão, fica fácil de gostar. Com mais cafeína do que imaginávamos (depois de tomar algumas durante o dia tive muito problema em pegar no sono), ela é bem refrescante e substitui tranquilamente o cafezinho em dias quentes. E neste domingo estava bastante quente. Andamos bastante de bicicleta, junto com a Lisandra, uma gaúcha que conhecemos uns dias antes através da Regina, uma amiga em comum. Fomos primeiro desde o bairro Neukölln para o Mauerpark, famoso por ter o maior mercado de pulgas de Berlim. Neste parque também ocorre um evento de open mic, que é uma espécie de palco, lotado de espectadores, e que tu podes escolher alguma música e cantar no karaokê. Divertido.

Após o Mauerpark fomos em direção ao “Portão de Brandemburgo (Brandenburger Tor), passeamos um pouco no Tiergarten (um grande parque) e no memorial do holocausto (é um memorial em Berlim para vítimas judias do Holocausto).

E tem o parque que mais gosto de pedalar ou caminhar/correr é o Tempelhofer Park, um antigo aeroporto da cidade. É gigante, totalmente plano, com áreas delimitadas cercadas para quem tem cachorro soltá-lo e, como não tem impedimentos para vento, é um ótimo lugar para esportes e brincadeiras que o usem. No mínimo interessante de ver a diversidade de coisas que um bom vento pode proporcionar.

Outros passeios quaisquer:

 Resumo das peculiaridades da Alemanha

– Berlim é super cidade das bicicletas. Tem filho ou cachorro e pensa em abandonar a bike? Nem pensar.. dezenas de alternativas fofas para carregar teu filhote. Ainda tem diversos outros estilos, com banquinhos especiais para a quando a criança fica um pouco maior. Só alguns exemplos:

– As bicicletas precisam estar por dentro da lei. Precisam ter buzina e, para andar a noite é necessário ter luzes na frente e atrás

– Não é lei formal, mas lei consensual: compre o melhor cadeado possível… o furto de bicicletas em Berlim é gigante. Senti na pele.

– Muito comum os atendentes de estabelecimentos comerciais não falarem inglês (ou nitidamente não quererem)

– Sempre tem festa, show, feira rolando

– Muitos imigrantes

– Supermercados não tem sacolas grátis. Ou leva a tua, ou compra ou carrega as compras na mão.

– Domingo poucos comércios abrem

– E o que eu mais gosto: A maioria dos cascos de bebidas (vidro, plástico ou metal), vale dinheiro mesmo. Pode levar contigo na maioria dos supermercados, inserir na máquina própria pra isso e ter descontos. O caso vale a partir de 8 centavos de euros por garrafa… tendo algumas que valem até 25 centavos! Converte isso em reais e vai pra praça procurar garrafas! :p

You may also like...

2 Responses

  1. Taís Ferreira says:

    nós fizemos várias destas cousas tb! teria sido divertido se estivéssemos juntos! besitos, zana!

    • Rosana Kunst says:

      Teria sido ótimo Taís! Pelo visto agora estamos na época só dos desencontros… ou eu que ando atrasada. Só agora vou ter a chance de conhecer Salvador… Espero que não me atrase pra conhecer a Itália e te ver aí 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *