Berlim, Berlim

Chegamos em Berlim dia 13 de agosto. Essa cidade tem um quê de apaixonante e de irritante para nós. Mas irritante só no primeiro dia, é a forma dela fazer charminho.

Já tínhamos estado aqui uns 2 anos atrás e tivemos bastante azar no primeiro dia… e dessa vez não foi diferente. Tínhamos anotado quais transportes públicos pegar (2 trens e uma tram) ao chegar na estação principal de Berlim. Mas, em uma dessas baldeações existia alguma obra que as linhas estavam temporariamente alteradas. Levamos uma meia hora para entender isso, pois os poucos avisos que tinham eram somente em alemão. NADA em inglês. Ao pegar um ônibus que substituía uma das linhas o motorista também não falava inglês, mas conseguimos entender que passava na parada que precisávamos descer. O que não entendemos é que precisávamos tocar a campainha para o ônibus parar. E como saber qual é a nossa bendita parada se não conhecemos ainda nada da cidade?

Enfim, erramos somente por uma.. então a caminhada não foi tão intensa. Conseguimos chegar em nosso destino final com 1 hora de atraso do que estávamos programando. Era importante que não nos atrasássemos pois era uma quarto via Airbnb, e precisávamos que a pessoa estivesse disponível para abrir para nós. Chegamos no prédio e a porta principal estava fechada, com diversas campainhas sem estar claro qual deveríamos tocar. Fomos por ordem apertando em todas. Uma só que alguém atendeu e nitidamente não falava inglês. Desistimos. Saímos a procura de algum local com internet ou que vendessem chips para o telefone. Sem sucesso em ambos. Encontrar estabelecimentos comerciais com wifi é bastante difícil em Berlim. A compra de SIM card com internet também é outra dificuldade. Especialmente quando não se fala bem alemão e as pessoas nas lojas não sabem (ou fingem que não sabem) inglês.

Depois de mais de uma hora rodeando o bairro com malas, resolvemos insistir novamente no interfone. Alguém abre para nós e nos “recepciona”.. mas não falava inglês nem alemão. Aí arrisquei num “hablas spañol?”. Ufa, um mexicano! Prontamente me mostrou qual era o quarto da tal Claudia, que administrava o prédio.

berlin-quartoBom. A partir daí as coisas foram melhorando. O quarto era gigante, espaçoso, com boa internet. Dividíamos 2 banheiros e uma cozinha com um andar inteiro (uns 5 quartos). Passamos somente uma semana. O bairro se chama Prenzlauer Berg e é para ser um bairro “burguês” de Berlim.

E, claro, para considerarmos que realmente a onda negativa passou, nos esbaldamos na janta no Vego, um restaurante fast food do bairro.

berlin-vego

Algumas fotos de Prenzlauer Berg e arredores.

Após essa primeira semana conseguimos, através de uma amiga, alugar um quarto num apartamento de dois brasileiros no bairro Neukölln. O custo era um pouco melhor (em torno de 11 euros por dia), melhor localizado, dividindo banheiro e cozinha com menos pessoas. O quarto 1/3 do tamanho, mas por um curto período estava pra lá de bom.

berlin-primeirabikeNesse meio tempo compramos, perdemos, roubamos (entre aspas) bicicleta em Berlim. Essa cidade é fantástica para viver de bike. Seja de dia ou sair a noite, a bicicleta é o melhor meio de transporte na minha opinião. Conhecemos os principais pontos turísticos, passeávamos por parques, íamos a supermercados, mercados de pulga (Flohmarkt), bares a noite. Tudo com grande sensação de segurança. A não ser quando deixávamos as bicicletas na rua, que sempre dava um receio, pois Berlim tem um índice de furtos de bicicleta altíssimo.

Ficamos “estáveis” por um mês inteiro. Por estável quero dizer que não precisamos correr atrás de moradia ou transporte, tínhamos uma espécie de rotina (trabalho, descanso, passeio, exercício), podíamos cozinhar. A vida de nômade digital cansa um bocado e períodos como esse são vitais. Passeamos bastante pela cidade, mas maiores detalhes ficam para outro post.

 

You may also like...

1 Response

  1. Livino Kunst says:

    Berlin é muito bonita , andaram de bonde paginas amarelas e comeram melancia amarela , isto é bom sinal , na proxima vez será tudo maravilha, entendeu o significado de Ausland kunst ?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *